16 fevereiro 2010

Hum… tanta saudade…

Nunca pensei me apaixonar assim
Desta maneira estranha em que o amor é que manda em mim… gosto de ter controlo sobre as coisas, tu sabes… mas é difícil agora!!!
Controlar as minhas emoções parece impossível, a ansiedade é incontrolável, parar de pensar em ti é impraticável e às vezes parece que não vou consigo suster o meu coração no meu peito!
Parece que vai fugir… saindo desertinho para te encontrar…
Mas afinal, o que é que eu controlo?! O que é que eu consigo?!
Consigo sonhar contigo… consigo sentir a tua falta… falta dessa paixão avassaladora que me percorre o corpo e alma quando me tocas… quando te tenho…
Não é fácil estar sem ti… porque também não é fácil esquecer os momentos que temos… momentos lindos… e as memórias e as lembranças desses momentos fantásticos estão constantemente a assaltar-me a mente!
Gosto quando dizes que eu te faço feliz… e quando não dizes, sinto-me numa tempestade… perdida no meio da chuva da saudade, das nuvens da ânsia e dos relâmpagos da tua presença…
Quero-te te encontrar todos os dias… para te dizer que te adoro, que te amo e que tu me fazes sorrir…que tu me fazes feliz!!!
Mas quero mais! Quero sorrir muitas mais vezes… gozar da sorte de te ter… de te torturar… sentir o teu corpo quente enrolar-se no meu... entrar em êxtase contigo... enebriar-me com o perfume da nossa paixão... ribombar de prazer...
Quero isto tudo e muito mais... Peço muito??? Provável, quero-te a ti!!! Tu e a tua deliciosa maneira de me fazer feliz!!!
Exigir-te não é pedir muito, pois não?!?
Quero e exijo porque um dia te vi...um dia te conheci...um dia te comecei a amar... ... os meus olhos querem-te... o meu coração exige-te e eu não o posso negar...


Galadriel

2 comentários:

  1. Oiee...16/2/10

    nossa...que lindo!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo18/2/10

    sinto tudo isso de verdade ... tanta saudade

    ResponderExcluir

Comente o texto.
Dê sua opinião ou deixe sua poesia, crônica, poema...