30 janeiro 2010

Um coração

Procure cometer livremente essas delícias loucas que o teu coração pede - mas não as justifique: para quem te ama, não é preciso; e para quem não te ama, não adiantara.
Entretanto, se o teu coração anda pedindo certas coisas com as quais você não concorda, reaja e mude.
Pedidos quem vem de dentro do peito, são sempre importantes,
e devem ser considerados, mas não devemos decidir apenas com o coração.
Eis uma coisa que aprendi desde cedo... Acreditem!
Porém, se o teu coração anda meio amolecido e não te pede nada;
se o teu coração está perdendo o brilho e a cor; se o teu coração já não te assusta e não palpita como antes,
seja pratico e decida mudar - antes mesmo que ele um dia te abandone para sempre.
Pois, a pior coisa que existe é um coração desanimado.


Edson Marques

29 janeiro 2010

Surpreenda-se

Hoje é dia de descobertas.
Descubra em primeiro lugar, o que você têm de bom para oferecer ao mundo.
Sabe aquele sorriso que todo mundo gosta?
Ou aquele seu jeito de falar com cada um com carinho e atenção.
Quem sabe não seja a sua facilidade de cuidar dos doentes, (do corpo e da alma).. Pode ser, que todo mundo goste mesmo é da sua disposição e invejem a sua atitude sempre firme.
Hoje é dia de descobertas. Coloque um desafio diferente para a sua vida.
Desafie-se! Prove-se!
Pare de ser pessimista ou otimista demais, caia na real e use a sua força, a sua fé, a sua determinação para buscar ainda hoje, uma saída, uma conquista, uma mudança, por menor que seja, na sua vida rotineira.
Aliás, esse é o maior desafio para muita gente: sair da rotina.
Tem muita gente incapaz de mudar o roteiro de sua vida, sair daquele velho trajeto  que acostumou a fazer todos os dias, todas as horas.
Acredite, tem muita gente que é infeliz, porque aceitou e acostumou-se com a infelicidade.
Porque botou na cabeça que não merece ser feliz, que sua vida não tem solução.
Tudo mentira, tudo invenção, tudo pode ser diferente. Então, eu te proponho um desafio: faça algo diferente na sua vida.
Pode ser a maneira de vestir-se.
Pode ser no perfume que você sempre usa.
Pode ser no jeito de falar...
Pode ser no jeito de andar...
Pode ser no trajeto de casa para a escola ou trabalho.
Só para variar, pegue um ônibus errado, mas faça alguma coisa para sair da rotina.
Surpreenda a pessoa amada, mande flores, um cartão animado. Surpreenda seus pais e pendure-se no pescoço deles e enchendo-os de beijos.
Surpreenda um amigo e diga o quanto ele é importante na sua vida.
Surpreenda seu chefe e termine seu serviço com mais eficiência.
Surpreenda seus professores e tire nota máxima em todas as provas.
Surpreenda você mesmo, e perceba que você é feliz com o que já possui.
Que possui qualidades maravilhosas que andam escondidas por uma dor antiga, por um remorso besta, ou por puro preconceito.
Por fim, surpreenda Deus , mostrando que você não é apenas um ser pedinte, um mendigo da esmola divina, e agradeça-o porque sem Ele, nada vale a pena.
Surpreenda-me e responda essa mensagem dizendo: Eu sou feliz!
Muita gente vai se surpreender em descobrir que você é capaz de tantas coisas novas.
Eu acredito em você.

Paulo Roberto Gaefke

28 janeiro 2010

Silêncio

Hoje não sei dizer! Só sei sentir.
Há dias em que as palavras não são capazes de traduzir o sentimento.
E por isso a solidão se instaura, a sensação de estar só é a mesma de não saber dizer.
Talvez seja por isso que só as pessoas que se amam são capazes de suportar o silêncio...
Ficar calado é uma forma de dizer sem conceituar.
Conceitos, são formulações fáceis, o silêncio não.
Descobrir o que o silêncio diz requer maestria.
Bom mesmo é ser compreendido, mesmo quando não sabemos dizer...
Amar é uma forma de crer em silêncio"

Fabio de Melo

27 janeiro 2010

Um coração...

Procure cometer livremente essas delícias loucas que o teu coração pede - mas não as justifique: para quem te ama, não é preciso; e para quem não te ama, não adiantara.
Entretanto, se o teu coração anda pedindo certas coisas com as quais você não concorda, reaja e mude.

Pedidos quem vem de dentro do peito, são sempre importantes, e devem ser considerados, mas não devemos decidir apenas com o coração.
Eis uma coisa que aprendi desde cedo... Acreditem!
Porém, se o teu coração anda meio amolecido e não te pede nada;
se o teu coração está perdendo o brilho e a cor;
se o teu coração já não te assusta e não palpita como antes,
seja pratico e decida mudar - antes mesmo que ele um dia te abandone para sempre.
Pois, a pior coisa que existe é um coração desanimado.

Edson Marques

26 janeiro 2010

Escolha

Apesar do medo
escolho a ousadia.
Ao conforto das algemas, prefiro a dura liberdade.
Vôo com meu par de asas tortas, sem o tédio da comprovação.
Opto pela loucura, com um grão de realidade: meu ímpeto explode o ponto, arqueia a linha, traça contornos para os romper.
Desculpem, mas devo dizer: eu quero o delírio

Lya Luft

25 janeiro 2010

Ame...apenas ame

Ame a lembrança que se tem da infância, aqueles mil e um roxos nos joelhos e os primeiros passos de patins.
Ame quando você for criança e achar que seu pai é "o homem mais grande desse mundo", mas ame mais quando você descobrir que ele é sim o mais importante.
Ame o abraço de um amigo verdadeiro que você descobriu e que juntos vocês conquistaram o mundo apenas sentadas de baixo de uma árvore.

Ame quando você descobrir que não existe só uma amizade assim, e que no decorrer da vida você descobre que cada pessoa passa por você na fase certa, fazendo ela única naquele momento.
Ame um sorriso seu, mas ame mais um sorriso pra você.
Ame a primeira flor e bombons que você ganhar, guarde a caixa e suspire inúmeras vezes quando olha-lá.
Ame aquela ligação de madrugada dos seus amigos berrando e dizendo que amam você. Ame mais ainda aquela outra ligação, no começo da noite pra te desejar um dorme bem meu amor.
Ame o abraço da sua mãe depois de uma longa conversa sobre amores e amigos.
Ame aquele domingo em família. Ame todos seus aniversários.
Ame as borboletas, mas ame mais quando elas voarem dentro de você e ai sim, ame.
Ame e ame demais seu pai e sua mãe em todo o momento.
Ame aquelas férias de uma semana a qual você conheceu pessoas eternas.

Ame a saudade, mas ame mais ainda a hora de matá-la.
Ame crianças, bagunça e, os bichinhos, é claro. Ame e festeje o pôr do sol; mas ame mais ele nascendo.
Ame o primeiro amor, e encontre o segundo para amar ainda mais.
Ame uma festa até as seis da manhã, mas ame mais o dez que você tirou na prova que vinha na manhã seguinte.
Ame sua sorte, seu cabelo e seu perfume.
Ame as suas músicas. Ame seus medos.
Ame o que passou, o que está acontecendo, e o que está por vir, apenas ame...
E depois de um tempo que você amar e se amar.
Comece tudo de novo, mas dessa vez, faça diferente, ensine alguém a amar... VOCÊ!

Não tenho o nome do autor

23 janeiro 2010

♪♪ Canção de Amor ♪♪

Sonhar na tarde azul
Do teu amor ausente
Suportar a dor cruel
Com esta mágoa crescente
O tempo em mim agrava
O meu tormento, amor!
Vencida pela dor
Na triste solidão
Procuro ainda te encontrar
           Amor, meu amor!
Tão bom é saber calar
E deixar-se vencer pela realidade
Vivo triste a soluçar

Quando, quando virás enfim?
Sinto o ardor dos beijos teus
Em mim. Ah!
Qualquer pequeno sinal
E fremente surpresa
Vem me amargurar
Tão doce aquela hora
Em que de amor sonhei
Infeliz, a sós, agora
     Apaixonado fiquei
Sentindo aqui fremente
O teu reclamo amor!
       Tão longe assim de ti
Ausente ao teu calor
Meu pobre coração
Anseia sempre a suplicar
                     Amor, meu amor!

Heitor Villa-lobos/dora Vasconcelos
Cantada na incrível voz de Ney Matogrosso

22 janeiro 2010

Eu...

Eu, quando olho nos olhos sei quando uma pessoa está por dentro ou está por fora;
quem está por fora não segura um olhar que demora
 de dentro de meu centro este poema me olha
"Carrego o peso da lua, Três paixões mal curadas, Um saara de páginas, Essa infinita madrugada.
Viver de noite Me fez senhor do fogo.
A vocês, eu deixo o sono. O sonho, não. Esse, eu mesmo carrego.

Paulo Leminski

Traduzir-se

Uma parte de mim é todo mundo
Outra parte é ninguém
Fundo sem fundo
Uma parte de mim é multidão
Outra parte estranheza e solidão
Uma parte de mim, pesa
Pondera
Outra parte, delira
Uma parte de mim almoça e janta
Outra parte se espanta
Uma parte de mim é permanente
Outra parte se sabe de repente
Uma parte de mim é só vertigem
Outra parte, linguagem
Traduzir uma parte noutra parte
Que é uma questão de vida ou morte
Será arte?

Adriana Calcanhotto

21 janeiro 2010

Tocando em frente

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais FELIZ quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei

Eu nada sei
Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso AMOR pra poder pulsar,
É preciso PAZ pra poder SORRIR,
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou
Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
                                        E SER FELIZ !

Almir Sater

20 janeiro 2010

O casal perfeito

A solidão dos homens tem a medida da solidão de suas mulheres.
Isso eu disse e escrevi - e repito - em dezenas de palestras por este país afora. Aí me pedem para escrever sobre o casal perfeito: bom para quem gosta de desafios.
O casal perfeito seria o que sabe aceitar a solidão inevitável do ser humano, sem se sentir isolado do parceiro - ou sem se isolar dele?

O casal perfeito seria o que entende, aceita, mas não se conforma, com o desgaste de qualquer convívio e qualquer união?
Talvez se possa começar por aí: não correr para o casamento, o namoro, o amante (não importa) imaginando que agora serão solucionados ou suavizados todos os problemas - a chatice da casa dos pais, as amigas ou amigos casando e tendo filhos, a mesmice do emprego, chegar sozinha às festas e sexo difícil e sem afeto.
Não cair nos braços do outro como quem cai na armadilha do “enfim nunca mais só!”, porque aí é que a coisa começa a ferver.
Conviver é enfrentar o pior dos inimigos, o insidioso, o silencioso, o sempre à espreita, o incansável: o tédio, o desencanto, esse inimigo de dois rostos.
Passada a primeira fase de paixão (desculpem, mas ela passa, o que não significa tédio nem fim de tesão), a gente começa a amar de outro jeito.
Ou a amar melhor; ou, aí é que a gente começa a amar.
A querer bem; a apreciar; a respeitar; a valorizar; a mimar; a sentir falta; a conceder espaço; a querer que o outro cresça e não fique grudado na gente.
O cotidiano baixa sobre qualquer relação e qualquer vida, com a poeira do desencanto e do cansaço, do tédio. A conta a pagar, a empregada que não veio, o filho doente, a filha complicada, a mãe com Alzheimer, o pai deprimido ou simplesmente o emprego sem graça e o patrão de mau humor.
E a gente explode e quer matar e morrer, quando cai aquela última gota - pode ser uma trivialíssima gota - e nos damos conta: nada mais é como era no começo.
Nada foi como eu esperava. Não sei se quero continuar assim, mas também não sei o que fazer. Como a gente não desiste fácil, porque afinal somos guerreiros ou nem estaríamos mais aqui, e também porque há os filhos, os compromissos, a casa, a grana e até ainda o afeto, é preciso inventar um jeito de recomeçar, reconstruir.
Na verdade devia-se reconstruir todos os dias. Usar da criatividade numa relação.
O problema é que, quando se fala em criatividade numa relação, a maioria pensa logo em inovações no sexo, mas transar é o resultado, não o meio.
Um amigo disse no aniversário de sua mulher uma das coisas mais belas que ouvi: “Todos os dias de nosso casamento (de uns 40 anos), eu te escolhi de novo como minha mulher”.
Mas primeiro teríamos de nos escolher a nós mesmos diariamente.
 Ao menos de vez em quando sentar na cama ao acordar, pensar: como anda a minha vida? Quero continuar vivendo assim?
Se não quero, o que posso fazer para melhorar?
Quase sempre há coisas a melhorar, e quase sempre podem ser melhoradas. Ainda que seja algo bem simples; ainda que seja mais complicado, como realizar o velho sonho de estudar, de abrir uma loja, de fazer uma viagem, de mudar de profissão.
Nós nos permitimos muito pouco em matéria de felicidade, alegria, realização e sobretudo abertura com o outro.
Velhos casais solitários ou jovens casais solitários dentro de casa são terrivelmente tristes e terrivelmente comuns. É difícil? É difícil. É duro? É duro. Cada dia, levantar e escovar os dentes já é um ato heróico, dizia Hélio Pellegrino.
Viver é um heroísmo, viver bem um amor mais ainda.
O casal perfeito talvez seja aquele que não desiste de correr atrás do sonho de que, apesar dos pesares, a gente, a cada dia, se escolheria novamente, e amém.


Lya Luft

19 janeiro 2010

Há momentos...

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém, que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.
Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.
A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.
O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar porque um belo dia se morre.

Clarice Lispector

18 janeiro 2010

Guardei-me pra ti...

Guardei-me para ti como um segredo
Que eu mesma não desvendei:
Há notas nesta guitarra que não toquei,
Há praias na minha ilha que nem andei.
É preciso que me tomes, além do riso e do olhar,
Naquilo que não conheço e adivinhei;
É preciso que me ensines a canção do que serei
E me cries com teu gesto,
Que nem sonhei.
Lya Luft

16 janeiro 2010

Quem ama inventa...

Quem ama inventa as coisas a que ama...
Talvez chegaste quando eu te sonhava .
Então de súbito acendeu-se a chama !
Era a brasa dormida que acordava ...
E era um revôo sobre a ruinaria,
No ar atônito bimbalhavam sinos ,
Tangidos por uns anjos peregrinos
Cujo dom é fazer ressurreição ...
Um ritmo divino ?
Oh! Simplesmente
O palpitar de nossos corações
Batendo juntos e festivamente ,
Ou sozinhos , num ritmo tristonho ...
Ó! meu pobre, meu grande amor distante,
Nem sabes tu o bem que faz à gente .
Haver sonhado ...e ter vivido o sonho!
Mário Quintana

15 janeiro 2010

Almas Perfumadas

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta.
De sol quando acorda. De flor quando ri.
Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher.

O tempo é outro.
E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro de colo de Deus.
De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo.
Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria.
Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso panda.
Tocando com os olhos os olhos da paz. Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim.
Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo.
Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está conosco, juntinho ao nosso lado.
E a gente ri grande, que nem menino arteiro.

Ana Claudia Jacomo

14 janeiro 2010

Longe do meu lado

Se a paixão fosse realmente um bálsamo
O mundo não pareceria tão equivocado
Te dou carinho, respeito e um afago
Mas entenda, eu não estou apaixonado
A paixão já passou em minha vida
Foi até bom mas ao final deu tudo errado

E agora carrego em mim uma dor triste, um coração cicatrizado
E olha que tentei o meu caminho...Mas tudo agora é coisa do passado
Quero respeito e sempre ter alguém
Que me entenda e sempre fique ao meu lado
Mas não, não quero estar apaixonado.
A paixão quer sangue e corações arruinados
E saudade é só mágoa por ter feito tanto estrago;
E essa escravidão e essa dor
Não quero mais
Quando acreditei que tudo era um fato consumado veio a foice e jogou-te longe...Longe do meu lado
Não estou mais pronto para lágrimas
Podemos ficar juntos e vivermos o futuro, não o passado
Veja o nosso mundo
Eu também sei que dizem que não existe amor errado
Mas entenda, não quero estar apaixonado.


Renato Russo

13 janeiro 2010

"Fizeram a gente acreditar

"Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos.
Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada.
Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade.
Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo.
Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.
Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava.
Não nos contaram que isso tem nome: anulação.
Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.
Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos.
Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto.
Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.
Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade.
Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.
Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente.
Cada um vai ter que descobrir sozinho.
E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém"


Martha Medeiros

12 janeiro 2010

Algumas pessoas

Algumas pessoas pensam que estão sempre certas,
outras são quietas e nervosas,
outras parecem tão bem,
por dentro elas devem se sentir tristes e erradas,
outras se isolam para esquecer,
enquanto outras se aproximam para sofrer,
outras falam para machucar,
algumas se calam para não magoar,
embora sejam tão diferentes,
todas tem algo em comum,
não tem certeza de quem realmente são.

Charles Chaplin

11 janeiro 2010

A idiotice

A idiotice é vital para a felicidade.
Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz!
A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado?
Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.
No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota!
Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você.
Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice.
Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.

Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça? hahahahahahahahaha!...
Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?
É bem comum, gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí, o que elas farão se já não têm por que se desesperar? Desaprenderam a brincar.
Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não.
Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa. Dura, densa, e bem ruim.
Brincar é legal. Entendeu? Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço, não tomar chuva. Pule corda!
Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.
Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável. Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.
Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são: passageiras.
Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir... Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração! Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus, e que tal um cafezinho gostoso agora?
"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios... Por isso, cante, ria, dance, chore e viva intensamente cada momento de sua vida, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos..."

A.Jabor

09 janeiro 2010

Frases...

Leia aqui 4 textos feitos por Cecilia Meirelles.
Mas...não leia apenas...VIVA!!!!!

Não seja o de hoje.
Não suspires por ontem....
Não queiras ser o de amanhã.
Faze-te sem limites no tempo.
---:::---
Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...
---:::---


No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta.
E no planeta um jardim
e no jardim um canteiro
no canteiro uma violeta
e sobre ela o dia inteiro entre o planeta
e o sem-fim a asa de uma borboleta.


---:::---
Há pessoas que nos falam e nem as escutamos,
há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam,
mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas
e nos marcam para sempre.


Cecília Meireles

08 janeiro 2010

Teu tempo de silêncio.

Eu queria te dizer tantas palavras
Mas parece que esse tempo é de silêncio
É um tempo para nada se falar
É um tempo de pensar no seu momento
E é por isso que eu vou me silenciar
Respeitando - meu amor - o teu silêncio
E amanhã...
quando outro tempo começar
Vamos falar de nós dois, dos sentimentos


Adriano Hungaro

07 janeiro 2010

Não sei quem sou

Não sei quem sou, que alma tenho.
Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo.
Sou variamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros)…
Sinto crenças que não tenho.Enlevam-me ânsias que repudio.
A minha perpétua atenção sobre mim perpetuamente me ponta traições de alma a um carácter que talvez eu não tenha, nem ela julga que eu tenho.
Sinto-me múltiplo.
Sou como um quarto com inúmeros espelhos fantásticos que torcem para reflexões falsas uma única anterior realidade que não está em nenhuma e está em todas.
Como o panteísta se sente árvore (?) e até a flor, eu sinto-me vários seres.
Sinto-me viver vidas alheias, em mim, incompletamente, como se o meu ser participasse de todos os homens, incompletamente de cada (?), por uma suma de não-eus sintetizados num eu postiço.”


Fernando Pessoa

06 janeiro 2010

O beijo....

Beijo também é cultura.
Bem ou mal, todo mundo sabe dar um beijo.
A questão é: você sabe que há uma grande variedade de fatos interessantes sobre o beijo?
Beijar faz bem?
Beijar engorda ou emagrece?


1 – Metade das pessoas tem o seu primeiro beijo amoroso antes dos 14 anos de idade.
2 – Os corpos das pessoas, enquanto ocorre o beijo, produzem substâncias 200 vezes mais poderosas do que a morfina em termos de efeito narcótico. É por isso que um casal pode sentir euforia ou êxtase durante um beijo.

3 –Beijo de borboleta’ é o nome dado a uma espécie infantil de beijo onde se esfrega suavemente os cílios no nariz ou bochechas de outra pessoa, com o movimento da pálpebra.
4 – O beijo de língua é chamado de “união de almas” na França. Comumente os franceses são atribuidos pela invenção deste tipo de beijo.
5 – O prazer do beijo pode estar ligado ao fato do tato labial ser duzentas vezes mais sensível do que o tato nos dedos.
6 – Uma mulher beija uma média de 80 homens antes de casar, de acordo com estatísticas feitas nos Estados Unidos.
7 – Estudos indicam que 66% das pessoas mantêm os olhos fechados enquanto beija. O restante sente prazer em observar a miríade de emoções no rosto do parceiro (a).
8 – Nos tempos medievais os beijos eram levados a sério. Se um casal era pego “nos agarros” poderia ser forçado a casar.
9 – Beijar em público não é bem visto no Japão, Taiwan, China e Coréias. Os beijos japoneses típicos são ‘beijocas’ para nós e parecem ter sido criados para censurar a ‘perda da moral’ do ocidente. Um casal japonês deve manter certa distância antes de se curvarem ou de ousar se curvar para encostarem os lábios por um segundo.
10 – Em alguns locais ou certas ocasiões beijar é crime. Nos EUA, no estado de Indiana, é ilegal que um homem de bigode “beije habitualmente seres humanos”, na cidade de Hartford, Connecticut, é ilegal que um marido beije a esposa no domingo.
11 – O beijo mais longo durou 31 horas e foi realizado para um programa de televisão chamado “Ricki Lake” em 2002, na cidade de New Jersey.
12 – A palavra ‘ósculo’ é sinônimo de ‘beijo’ em português. A palavra é originada do latim ‘osculum’, que significa ‘boca pequena’, ou seja, o movimento feito com os lábios no momento do beijo.
13 – Em algumas tribos africanas se presta homenagem ao chefe ao beijar o chão por onde ele passou.
14 – Nos EUA os beijos nas bochechas só são dados por pessoas íntimas e não é o cumprimento padrão como no Brasil ou na Europa.
15 – A etiqueta vitoriana exigia que o homem se curvasse para beijar a mão das damas.
16 – Na Rússia, o maior sinal de reconhecimento era um beijo do Czar.
17 – Os antigos romanos beijavam uns aos outros nos olhos ou na boca como cumprimento.
18 – Mas ao contrário da crença popular os esquimós não apenas esfregam os narizes uns contra os outros para mostrar afeto e amor. Assim que os narizes se encontram eles abre um pouco suas bocas. Em seguida eles inspiram profundamente e solta o ar pelo narizes, com os lábios cerrados. Depois de saborear os aromas uns dos outros, os parceiros pressionam o nariz contra as bochechas uns dos outros e ficam parados nessa posição por um ou dois minutos.
19 – Os esquimós, polinésios e malásios esfregam os narizes ao invés de beijar.
20 – Uma pessoa comum passa 20.160 minutos (14 dias) da sua vida beijando.
21 – Estima-se que os homens que beijam suas esposas ao se despedir, antes de sair de casa, vivem cinco anos mais e ganham salários maiores do que aqueles que apenas batem a porta. Os homens da última categoria também tendem a sofrer mais acidentes de trânsito.
22 – Beijar apaixonadamente por 90 segundos eleva a pressão sanguínea e causa aceleramento cardíaco. Aumenta o nível de hormônios no sangue reduzindo a expectativa de vida em um minuto.
23 – Beijar ajuda a prevenir contra cáries, pois aumenta a produção de saliva que colabora na limpeza da boca.
24 – Quem beija troca saliva contendo diversas substâncias como gordura, sais minerais, proteínas, etc. A troca destas substâncias pode incentivar a produção de anticorpos pela sua relação com antígenos associados a diferentes doenças.
25 – Um beijo romântico rápido queima entre uma e três calorias. Um beijo de boca aberta com contato de língua de curta duração pode queimar cinco calorias. Um beijo de um minuto pode gastar até 26 calorias. Isso é o dobro do gasto de uma corrida intensa, na subida.
26 – Durante o ato do beijo você coloca 29 músculos faciais em movimento. Em outras palavras o beijo pode ser usado como exercício eficiente para prevenir o aparecimento de rugas.
27 – Beijar ajuda a relaxar e a reduzir os efeitos do estresse.
Portanto...vamos beijar...

05 janeiro 2010

Não gosto mais de você

Quanta angústia e até desespero quando se ouve do outro: “Não gosto mais de você!
O gostar é um sentimento.
Nossos sentimentos podem mudar de um minuto a outro. Por exemplo, posso estar muito feliz, porém, se de repente recebo uma notícia ruim, torno-me muito triste.
Dessa forma, meu sentimento, que era de alegria, agora é de tristeza. Mudou em segundos.


Se o amor for apenas um sentimento, então, ele é frágil e pode mudar ou acabar de uma hora para outra. Amor é muito mais que um sentimento.
Amar é um ato. Uma atitude em favor do outro.
Em I Coríntios 13, 5, Paulo disse: “O amor não busca os seus próprios interesses”. Ama aquele que não procura os seus interesses, mas, os do outro. Amar é uma ação, um movimento em favor e em direção ao outro.
Amar é uma atitude que alguém toma em favor e em direção ao outro, sem nada esperar, cobrar e exigir em troca (assim é o amor de Deus por nós: incondicional e desinteressado). Amar é uma atitude que precisa ser renovada todo dia e a todo instante.
Assim, se alguém não me ama hoje, se não está disposto a me amar hoje, poderá me amar amanhã.
Da mesma forma, se eu não amo alguém, hoje, posso amá-lo amanhã.
Se não amava os pobres, os moradores de rua, posso começar a amá-los. Assim como, pais que não amavam um filho podem começar a amá-lo. Se você já não ama alguém, pode voltar a amá-lo no momento em que se decidir por isso. Tampouco existe amor não correspondido. Ele nunca depende do outro, apenas de quem se dispõe a amar.
O sentimento pode mudar como o vento, mas “o amor jamais acabará”

Alir Sanagiotto

04 janeiro 2010

Um amigo....uma saudade

Existem pessoas que fazem falta em nossas vidas.
Quanto mais especiais e mais importantes para nós, tanto mais sentimos falta da presença delas, das coisas simples, dos pequenos gestos.
É um sentimento que preenche a alma, mas, ao mesmo tempo, traz um vazio ao peito. Uma saudade sem tamanho.

Se estamos em um lugar e a saudade aperta, mesmo que tudo diga que a pessoa não virá, há uma esperança tão grande, que a todo momento vivemos a expectativa do encontro.

Não importa o que nos dizem e o quão contrárias sejam as notícias, o coração vive a expectativa da chegada no olhar que busca o amigo em todos os lugares.
Mesmo que demore dias, meses, anos, o coração sempre espera ansioso o reencontro com o coração do amigo.
Mas por que tudo isso?
Por que esse sentimento tão forte de ausência e de saudade que preenche a alma?
Por que isso não acontece com todas as pessoas?
Já dizia o poeta que quando sentimos saudade de um amigo, sentimos saudade do pedaço de nós que está no coração dele.
Por isso o sentimento de ausência. Por isso a saudade tão forte.
Só nos sentimos completos quando encontramos nele o pedaço de nós mesmos que nos falta.
Não é uma dependência afetiva da pessoa, pelo contrário, é uma necessidade de encontrar a si mesmo nela.

Esse encontro não se limita à presença física, ele a transcende porque o sentimento que há nos corações nos leva além do tempo e do espaço.
A presença física é a mais pobre das presenças”, mas quando ela é sublimada, torna-se parte de um todo e intensifica o que já existe. Não depende de estar perto da pessoa, mas se há o sentimento puro e verdadeiro, essa proximidade se plenifica.
No entanto, não esperemos viver isso com todas as pessoas; essa graça ocorrerá com poucas, não porque algumas sejam melhores que as demais, mas porque foi a essas pessoas que Deus confiou parte de nós mesmos para que por elas fôssemos cuidados.

Essa é a saudade de uma verdadeira amizade. A saudade que é uma pessoa. Pela qual, encontramos no amigo a nós mesmos.
Encontramos o que falta em nós e que a ele foi confiado por Deus. Por isso dói, por isso traz um vazio ao peito. Sentimos falta do pedaço de nós mesmos que ele traz em si.
Santo Agostinho dizia que a metade de nossa alma é um bom amigo.
Por isso quando o coração apertar com a dor da saudade de um grande amigo, só o Senhor poderá romper o tempo, o espaço, e levar a nossa alma a estar novamente completa.
Somente Ele pode consolar essa dor, pois é n’Ele que os verdadeiros amigos se encontram e se eternizam.
No Senhor a saudade se torna esperança e alegre expectativa de reencontrar a si mesmo no coração de um grande amigo.

Tenho saudade!
Por isso não demore a me trazer de volta para mim mesmo!
Saudade de mim em você....


Renan Félix