30 setembro 2009

A cor da lágrima


Por que a lágrima não tem cor? Enquanto chorava, me pus a pensar.
Se fosse vermelha como sangue,  as minhas vestes poderiam manchar.
Se a lágrima fosse amarela, a cor da alegria, expressar tristeza jamais poderia.
Se fosse azul, a cor da serenidade, eu não choraria jamais. Seria só tranqüilidade.
Se fosse branca como pétalas de rosas, não seriam lágrimas...mas pérolas preciosas.
Ainda mais uma vez fiquei me questionando...
Por que a lágrima não tem cor?
Se ela fosse preta, só expressaria o horror?
Por que será que a lágrima não tem cor?
A lágrima não tem cor...porque nem sempre exprime dor.
E se ela fosse roxa, como poderia expressar a alegria?
As lágrimas não têm cor porque são expressões da alma.
Quando o espírito está chorando, o coração diz: tenha calma!
Se a lágrima tivesse cor deveria ter a cor do amor.
Ou mesmo a cor da paixão, que as vezes invade o coração.
Ou talvez a cor da tristeza que abala a alma e tira a calma, mas faz em meu ser uma limpeza.
A lágrima não tem cor, porque ela nos aproxima do nosso Criador.
Se a lágrima tivesse cor, eu só iria chorar de alegria.
Mas, e a lágrima da saudade? De que cor ela seria?
E a lágrima da decepção, de que cor seria então?
Se a lágrima tivesse cor deveria ter a cor de um brilhante. Como a lágrima é preciosa, Deus deu-lhe a cor do diamante.

Wayne W. Dyer

29 setembro 2009

Falando em Saudades…

Todo mundo fala em saudade, e nós adoramos dizer que saudade é uma palavra que não existe em várias línguas (e realmente,  “ Mi manchi”, “I miss you”, ou “je te manque” estão longe de expressar, exprimir o nosso “tô com saudades”).

Só que a saudade que sentimos têm variações. Existem as saudades boas e as ruins, as nostálgicas resignadas, e as doídas. E só quem já sentiu cada uma delas, sabe diferenciar uma da outra.  Ao falar (escrever) em saudades, lembro de uma música do inesquecível Luiz Gonzaga,  regravada pelo Gilberto Gil, chamada “Qui nem jiló”.
Ela diz assim, em um trechinho:
Se a gente lembra só por lembrar
O amor que a gente um dia perdeu
Saudade inté que assim é bom
Pro cabra se convencer que é feliz sem saber
Pois não sofreu , porém se a gente vive a sonhar
Com alguém que se deseja rever
Saudade, entonce aí é ruim
[...] Saudade assim faz doer e amarga qui nem jiló


Muito legal a letra desta música, daquelas que a gente para pra pensar no que o cara estava falando. Quando fala …"da saudade que a gente “lembra só por lembrar”, Luiz Gonzaga diz que ela é boa, porque não se está sofrendo.
Acredito que não é bem assim. Sim, pois há casos em que não se sofreu mesmo, e há casos em que se sofreu sim senhor, e como! – só que não se está sofrendo mais, e as saudades então nos dão uma nostalgia gostosa. 
Mas só são capazes de enxergar esses detalhes, só têm capacidade de sentir esse tipo de saudade, as pessoas que conseguem não guardar mágoa e rancor: você lembra das coisas boas, dá aquela saudade gostosa, mas ela não dói justamente porque você não pensa (ou não quer) viver aquilo de novo; você sabe que já foi, que faz parte do passado, e que é bom que seja assim (afinal tem tanta coisa pra gente viver…).
Normalmente a gente sente esse tipo de saudade de anos bons da vida, de lugares em que se viveu, de viagens feitas, de pessoas amigas que perdemos o contato, etc (claro que amores passados precisam de uma dose maior de compreensão e desprendimento, mas também rola).
Mas tem o outro lado da moeda, né? Achei na internet um texto interessante, que diz:
A saudade é um bicho. Pode fazer-se dele um animal de companhia ou uma fera imprevisível e de difícil doma. Em qualquer dos casos a trela deve andar sempre curta e firme porque sem saudade os bichos somos nós. E, se nos arranhar, há que lamber rápido para apanhar ainda o sabor da ferida fresca”.
Para usar a comparação utilizada no texto, a saudade domada é a boa, a que foi citada lá em cima. A indômita (ou o outro lado da moeda da saudade “boa”), é  aquela saudade doída, a dor da falta que a pessoa (ou um lugar, ou um grupo de pessoas ou um tempo da sua vida) faz – e no entanto, você sabe que não tem a menor possibilidade de rever aquela pessoa, reviver aquele sentimento ou então reviver aquela época da vida. É doído justamente porque vc ainda não se acostumou com a idéia de que algumas coisas não vão mais se repetir, não vão mais acontecer – só que vc não queria que fosse assim. Saudade doída sempre tem angústia e frustração dentro dela.
Mas ainda não falei da melhor e mais gostosa das saudades, a saudade boa mesmo: aquela com data pra terminar,  aquela que a gente pode matar, aquela que a gente sabe que vai matar.
A diferença entre a saudade “doída” e esta última  é praticamente a diferença entre gula e fome: enquanto a saudade que eu chamei de doída é quase um estado famélico, a saudade que a gente pode matar é aquela vontade de comer um doce no fim de semana, depois de uma semana inteira de regime, sabe? Sorte daqueles que têm o privilégio de senti-la.
Tem também um outro tipo de saudades, que julgo ser  disparado o pior tipo delas: a saudade do que não aconteceu, a saudade do que não foi vivido;  aquilo que o incrivel Manuel Bandeira tão bem definiu como ” A vida inteira que poderia ter sido e não foi”; aquela vida que Fernando Pessoa, angustiado, perguntou um dia : “quem escreverá a história do que poderia ter sido?”.
Ah, essa saudade…não tem tempo no mundo que faça passar…
O segredo está em fazer com que, apesar de doída, ela não infeccione; está em aprender a conviver com ela, e aceitá-la como parte de nós. Está em dar um espaço para ela existir, ao invés de sufocá-la e fazer de conta que ela não existe. Não adianta alguém te dizer “você não deve sentir isso”, porque todo mundo sabe que não deve. Só que fingir que ela não existe não a faz desaparecer certo? Porque afinal de contas, como escreveu Mário Quintana,
Somos donos de nossos atos, mas não donos de nossos sentimentos;
Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos;
Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos…
Atos sao pássaros engaiolados, sentimentos são passaros em vôo.

Então, melhor deixá-los voar, melhor colocá-los pra fora – porque assim, eles não nos fazem mal. Certo? Pra quem achou esse texto meio sem pé nem cabeça: acho que ele é mesmo sem pé nem cabeça. Mas quem disse que tudo na vida tem que ser milimetricamente racional e ponderado, certo? Gostei tanto do texto da Lady Rasta, que o trouxe nesta tarde de terça-feira, pra que você pudesse também viajar um pouco…
Um tempo atrás, uma matéria na revista Superinteressante, falava sobre as traduções, mencionava (além da eterna dificuldade na tradução da palavra saudade) uma forma que os ingleses inventaram para descrever o sentimento (obviamente, fazendo uma metáfora) :
“Quer saber como os ingleses traduzem a nossa representante na lista?
Pegue nostalgia, desejo intenso, tristeza e afeto, misture tudo, adicione açúcar, sal e uma dose de cachaça, tudo isso enquanto ouve algum samba.”
E ainda dizem que os ingleses são frios. Pois não é que eles pegaram direitinho aquele sentido de “molejo de amor machucado” que toda mulher digna desse nome, segundo Vinicius de Moraes, deveria ter?

Lady Rasta

Você é minha vida


Norte, sul, leste ou oeste
Não importa onde eu estiver
Quero poder te procurar e achar
Falar do meu amor e do carinho
Dizer que te amo bem baixinho
Procurar seu olhar
E senti-los nos meus
E no choque desse encontro
Sentir a explosão de um vulcão
Ardendo, queimando de desejos
Norte, sul, leste ou oeste
Nem distância e nem lugar
Vai me separar de você
Por ter um lugar certo
Que invade meu ser

Mostrando que em cada canto
Está em meu coração
Você é meu karma
E contigo vou sempre estar
Em qualquer reencarnação


Marisa- anjopoesia

O amor abundante...


Temos aqui uma moderna parábola de sabedoria e amor que mudará a sua vida ... não existe maior erro na vida do que mostrar-se cínico diante do amor.
Quando chegar ao final de sua vida, a única coisa que contará é o amor que tenha compartilhado.
Em sua viagem ao outro mundo, apenas levará consigo o amor, e da mesma forma, apenas o que deixará para trás, será o amor também.
Por isso, o amor é o maior presente da vida, lhe dá sentido e lhe faz merecedora de ser vivida.
O amor não é algo que "acontece", é a forma universal que todos temos dentro de nós.
Para amar verdadeiramente você deve compreender essa outra pessoa, tem de conhecê-la e respeitá-la.
É preciso que seu bem-estar lhe preocupe de verdade. Para amar uma pessoa de verdade, deve vê-la por dentro (sua natureza, espírito e sua alma). Há coisas que não podem ser contempladas com os olhos.

No amor, o essencial apenas se vê com o coração.
Todos temos o poder de amar e sermos amados. Temos também a capacidade de criar relações amorosas em nossa vida.
Por isso é tão triste que as pessoas decidam viver sem estar conscientes de seu amor.
O amor está disponível para todo mundo, o que acontece é que temos de estar conscientes dele para poder elegê-lo sempre.
Na vida consegue-se o que se é, e se é o que se consegue.
As relações nos contribuem com amor se nós mesmos as alimentamos com o nosso próprio amor.
Quando somos carinhosos, uma relação carinhosa surge inevitavelmente.
Se deseja amor, deve investigar e aceitar os seus medos e estar disposto a não deixar passar as oportunidades.
DEZ SEGREDOS PARA O AMOR ABUNDANTE:
O PRIMEIRO SEGREDO: O PODER DO PENSAMENTO
O amor começa com o pensamento. Nos convertemos naquilo que pensamos. Os pensamentos amorosos criam experiências e relações amorosas. As afirmações podem mudar nossas crenças e pensamentos sobre nós mesmos e sobre os outros. Se quer amar a alguém, tem de levar em conta suas necessidades e desejos. Pensar sobre seu par ideal lhe ajudará a reconhecê-lo quando entrar em sua vida.
SEGUNDO: O PODER DO RESPEITO
Não se pode amar a nada nem a ninguém a menos que antes o respeite.
A primeira pessoa que merece seu respeito é você. Para recuperar o respeito por você mesmo, Faça-se a pergunta: -O que respeito em mim ? Para respeitar os outros, inclusive às pessoas que te desagradam, pergunte-se: -O que eu respeito nos outros?
TERCEIRO : O PODER DA ENTREGA
Se deseja receber amor, tudo o que tem de fazer é dá-lo ! Quanto mais amor entregar, mais receberá.
Amar é entregar-se sem condições e voluntariamente. Pratique ao acaso atos de bondade. Antes de comprometer-se a uma relação, não se pergunte sobre o que a outra pessoa lhe pode dar, e sim o que você pode dar a ela.
A fórmula secreta de uma relação amorosa, feliz e para toda a vida é concentrar-se sempre em o que pode dar em vez do que pode tirar dela.
QUARTO : O PODER DA AMIZADE
Para encontrar um amor verdadeiro, primeiro deve encontrar um amigo ou uma amiga verdadeira.
O amor não consiste em olhar nos olhos do outro, mas sim em olharem juntos na mesma direção. Para amar a alguém de verdade deve amar pelo que é, não por seu aspecto físico.
A amizade é a terra onde a semente do amor cresce. Se deseja introduzir o amor em uma relação, primero deve lhe acrescentar amizade.
QUINTO: O PODER DO CONTATO FÍSICO
O contacto físico modifica uma das expressões mais poderosas do amor que existe, destrói barreras e cria vínculos entre as pessoas. O contato físico altera nosso estado físico e emocional e nos torna mais receptivos ao amor.O contacto físico nos ajuda a curar o corpo e enternece o coração.
Quando você abre seus braços, está abrindo seu coração.
SEXTO : O PODER DO DESPRENDIMENTO
Se ama alguém deixe-o livre. Se voltar é seu; se não o fizer, nunca foi. Quando se está dentro de uma relação amorosa, as pessoas necessitam ter seu próprio espaço. Se queremos aprender a amar, primeiro devemos aprender a perdoar e deixar ir embora nossas feridas e doenças do passado. Amar significa desprender-nos de nossos medos, prejuízos, ego e condicionamento. Hoje deixo para trás todos os meus medos, o passado já não tem poder sobre mim; hoje é o começo de uma nova vida.
SÉTIMO: O PODER DA COMUNICAÇÃO
Quando aprendemos a nos comunicar abertamente e com sinceridade, a vida muda. Amar uma pessoa é estabelecer comunicação com ela. Faz com que a pessoa a quem ama saiba que a ama e aprecia. Nunca tenha medo de pronunciar as palavras mágicas: Te quero. não deixe passar a oportunidade de elogiar uma pessoa. Despeça-se dela sempre com palavras carinhosas: pode ser que seja a última vez que a vê. Se estivesse a ponto de morrer e pudesse telefonar às pessoas de quem gosta, para quem ligaria ?
O que lhes diria ?... O que está esperando para fazê-lo ?
OITAVO : O PODER DO COMPROMISSO
Se deseja amor em abundância, deve estabelecer o compromisso de conseguí-lo, um compromisso que se refletirá em suas ações e em seus pensamentos. O compromisso é a verdadeira prova de que o amor está presente. Se quer ter uma relação com amor, deve comprometer-se a criar a relação que quer. Quando estamos realmente comprometidos com algo ou com alguém, abandonar nunca é a opção. O compromisso distingue uma relação frágil de outra sólida.
NONO: O PODER DA PAIXÃO
A paixão acende o amor e o mantém vivo. Uma paixão duradoura não procede exclusivamente da atração física, ela nasce graças a um profundo compromisso, entusiasmo, interesse e fascinação pela outra pessoa. A paixão pode se reavivar recriando experiências passadas onde houve paixão. A espontaneidade e as surpresas criam paixão. O amor e a felicidade compartilham a mesma essência; tudo o que necesitamos fazer é viver cada dia com paixão.
O DÉCIMO SEGREDO: O PODER DA CONFIANÇA
A confiança é essencial para estabelecer uma relação com amor.
Se um membro do casal está cego pela suspeita, a ansiedade e o temor, o outro se sentirá atrapalhado e emocionalmente sufocado. não se pode amar a outra pessoa plenamente a menos que confie nela.
Aja como se a relação que mantém com uma pessoa nunca fosse se acabar.
Uma maneira de saber se a pessoa é adequada para você é perguntando-se: Confio nele(a) plenamente e sem reservas ?
Se a resposta for negativa, pense com cuidado antes de comprometer-se mais.

Kurmarajadasa

28 setembro 2009

A festa do passeio ciclistico

O passeio ciclistico da Primavera Maringá Fm, comemorou 25 anos. Fico feliz, afinal, fiquei de fora de apenas 4...rsrs.  Ontem, dia 27, a festa foi na praça da Catedral, e como as outras edições: sucesso total. Aqui algumas fotos feitas pelo click do gato....





Delírios na TPM

Qual casal em nunca se deparou com a pergunta: o que há de errado, porque andamos tão quietos ou com um pretensiosamente falso “está tudo bem?”.

Mulheres e o silêncio são como Caim e Abel. O primeiro que bobear é apedrejado.
Mesmo com a tevê sintonizada em um jogo de futebol ou naquele documentário sobre o tigre no National Geographic, temos a convicção que, na realidade (entenda por realidade um mundo paralelo onde tudo conspira contra nós), o homem arquitetando uma fuga com a maldita loira de corpo perfeito…
O instinto feminino é algo fantástico, mas assim como nunca calibramos os pneus do carro, nosso sexto sentido, muitas vezes, desregula e debanda para Bagdá!
E com ele vão-se o bom senso e a razão. É cientificamente comprovado que falamos cerca de nove mil palavras por dia enquanto os homens apenas cinco mil. Ou seja, quase a metade.
O silêncio masculino por incontáveis ocasiões pode sim significar delitos, culpa, tédio ou a loira gostosa de corpo perfeito que eles tem no orkut, msn, twitter.
Mas, também, pode quer dizer paz, tranquilidade ou que estão arquitetando algo que não inclui nenhuma loira, ainda aquela gostosa, de corpo perfeito, que eles nem imaginam (ou disfarçam) que odiamos.
Quem sabe é uma surpresa romântica para você mesma?
Me pergunta um amigo meu que vive se disfarçado em pele de cordeiro. Sim, segundo ele, homens pensam nisso de vez em quando – não sempre.
Provavelmente, tal feito nunca saia do pensamento masculino devido à ação das quatro mil palavras que ainda restam para a mulher estourar a cota do dia quando retornam ao doce lar.
Basta constatar dois minutos e meio do silêncio masculino e já iniciam um protesto tão desordeiro quanto o do Movimento dos Sem-Terra, no caso, na luta por atenção. A cabeça dos homens pode parecer um oráculo negro e incerto em razão da falta de dissonância através da palavra, mas acontece que o sistema funcional ainda é subdesenvolvido perto da profundidade e complexidade do “ser” mulher.
Paradoxalmente, segundo meu amigo, eles tem apenas três órgãos funcionais básicos: cabeça, coração e pênis.
O coração está sempre focado em nós, o pênis está sempre focado em qualquer coisa que se mexa, e a cabeça serve para pensar em coisas como picanha (se for vegetariano, em massa), iPod, Duro de Matar, Gol 16 válvulas e nos dribles do Ronaldinho, Nilmar ou do Kaká.
E volta a me dizer o meu amigo que usa cueca: — Acalma o coração mulher.
Silêncio nem sempre é sinal de mistério.



Do blog de Lá pra cá

27 setembro 2009

O silêncio da alma...


Lembre-se: os silêncios mantêm os segredos, portanto, o som mais doce é o som do silêncio.
Essa é a canção da alma. Alguns escutam o silêncio na oração, outros cantam a canção em seu trabalho,
alguns procuram os segredos na contemplação tranqüila.
Quando se alcança a maestria, os sons do mundo se apagam, as distrações se aquietam.
Toda a vida se transforma em meditação.
Tudo na vida é uma meditação na qual se pode contemplar o Divino e vivendo dessa forma, aprendemos que tudo na vida é bênção. Já não há luta, nem dor, nem preocupação. Só há experiência.
Respira em cada flor, voa com cada pássaro, encontra beleza e sabedoria em tudo, já que a sabedoria está em todos os lugares onde se forma a beleza. 
E a beleza se forma em todas as partes, não há que procurá-la, porque ela virá a ti.
Quando ages nesse estado, transformas tudo o que fazes numa meditação e assim, num dom, num oferecimento de ti para tua alma e de tua alma para o Todo.
Ao lavar os pratos desfruta do calor da água que acaricia tuas mãos. Ao preparar a ceia sinta o amor do universo que te trouxe esse alimento e, como um presente teu ao preparar essa comida, derrama nela todo o amor de teu ser. Ao respirar, respira longa e profundamente, respira lenta e suavemente, respira a suave e doce simplicidade da vida, tão plena de energia, tão plena de amor.
É amor de Deus o que está respirando. Respira profundamente e poderá senti-lo.
Respira muito, muito profundamente e o amor te fará chorar de alegria. Porque conheceste teu Deus e teu Deus te presenteou com tua alma. Faz da tua vida e de todos os acontecimentos uma meditação. Caminha na vigília, não adormecido. Move-te com a perfeição, não sem ela e não te detenhas na dúvida nem no temor, tampouco na culpa ou na auto-recriminação. Vive no esplendor permanente, com a certeza de que é muito amado.
Sempre és Um com Deus, Sempre és bem-vindo à casa.
Porque teu lar é Meu coração e o Meu é o teu.
Somos tudo o que é, tudo o que foi e tudo o que será.

Neale Donald Walsch

26 setembro 2009

Estranho Amor


Tão estranho a forma de amar, amamos e sentimos ciúmes, ciúmes bobo, muitas vezes inconveniente.
Amamos e sentimos medo, um medo de um dia estar só, de que a pessoa amada siga em viagem sem lhe presentear com uma passagem para o mesmo lugar.
Amamos e sentimos raiva, raiva de não sermos entendidos, como se a pessoa amada tivesse a obrigação de ter o dom da premonição, e pudesse nos compreender pelo menos naquele momento que mais estamos chateados.
Amamos e sentimos muitas vezes rejeição, pelo simples fato de não ser notado o novo corte de cabelo, a nova roupa, a nova investida.
Amamos e nos tornamos loucos, loucos pela felicidade a dois, um mundo colorido feito para apaixonados.
Loucos pela vida, como se o hoje, fosse um dos dias dos milhões que ainda viveremos.
Tão estranho a forma de amar.
Somos muitos em um só, muitos sentimentos, muitos desejos, muitos planos...
Não quero dominar o amor, quero que o amor nos domine.
Pois amor que é AMOR, é tudo... é certeza, é companhia, é amizade, é paixão, é criança, é eterno.
Tão estranho esta forma de amar, que me perco até nos versos mais simples de um poema, pois tem tantas formas de se escrever sobre o amor, algumas simples, outras complexas, mas todas com o mesmo sentido, que o amor tudo supera.

Autor Desconhecido

25 setembro 2009

Vento no Litoral - Partida


De tarde quero descansar, chegar até a praia
Ver se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora.
Agora está tão longe. Vê, a linha do horizonte me distrai : Dos nossos planos é que tenho mais saudade, Quando olhávamos juntos na mesma direção.
Aonde está você agora. Além de aqui, dentro de mim?
Agimos certo sem querer. Foi só o tempo que errou
Vai ser dificil sem você. Porque você está comigo o tempo todo.
Quando vejo o mar, existe algo que diz:  - A vida continua e se entregar é uma bobagem!
Já que você não está aqui,  o que posso fazer é cuidar de mim.
Quero ser feliz ao menos.
Lembra que o plano era ficarmos bem?
- Ei, olha só o que eu achei: cavalos-marinhos
Sei que faço isso pra esquecer. Eu deixo a onda me acertar

Renato Russo
Clique no titulo e veja outra postagem

24 setembro 2009

Sem nada a dizer


Quando eu chegar sem nada dizer e permanecer em silêncio,  por favor, entenda que só quero estar perto de você. Se notar que estou a ponto de chorar, não me diga " não chore ".
Deixe que as lágrimas venham e perceba que eu só não escondo meu pranto de você.
Se eu lhe disser que estou muito triste, por favor, não diga " não fique assim ".
Deixe que a tristeza se esgote em mim e entenda que para você não preciso fingir.
Quando eu chegar com muita raiva de alguém, não tente me convencer que estou errando.
Por favor, deixe que eu descubra até que ponto estou exagerando e apoie-me enquanto eu precisar. A raiva tem seu próprio tempo para diluir-se.
Se eu começar a relatar as minhas mágoas, por favor, ouça-me, e entenda que eu não as revelo para ninguém, a não ser para você. Quando eu lhe exponho minhas decepções, frustrações, fracassos e tantos sentimentos dolorosos, em outras palavras estou lhe dizendo que preciso do seu colo, apenas do seu colo. Por favor, recolha-me e silencíe, com seu coração unido ao meu.
Quando eu baixar os olhos para o chão, não diga " olhe para cima ".
Eu posso estar procurando dentro de mim as respostas de que necessito e, nesse momento, sua presença - tão somente a sua presença - poderá estar ajudando-me a encontrá-las.
Quando eu aparecer com medos, inseguranças, preocupações, ansiedades e tantas outras emoções desequilibrantes, por favor, não me fale de terapias, métodos, remédios, fórmulas prontas nem receitas de vida.
Entenda que quando eu me abro para você - e tão somente para você - tudo me parece mais simples, mais fácil de lidar, as nuvens se clareiam e eu consigo retornar à paz.
O que nos une é forte o suficiente para desafiar todos os limites de tolerância. Seja tolerante comigo, pois sempre o serei com você.
Quando, finalmente, eu abrir um amoroso e fortalecido sorriso, abrace-me carinhosamente, diga " estamos juntos " e preencha-se de renovada certeza de que quando os papéis se inverterem, eu serei para você o que agora peço que seja para mim.
Meu coração lhe agradece e ama você.

Silvia Schmidt

23 setembro 2009

A lenda chinesa para o amor...

Recebi este texto há um bom tempo e vejo nele o que precisamos para mudar nosso comportamento, principalmente com os mais próximos. O título refere-se a uma lenda. Será mesmo???

Era uma vez, uma jovem chamada Lin, que se casou e foi viver com o marido na casa da sogra. Depois de algum tempo, começou a ver que não se adaptava à sogra.
Os temperamentos eram muito diferentes e Lin cada vez se irritava mais com os hábitos e costumes da sogra, que criticava cada vez com mais insistência.
Com o passar dos meses, as coisas foram piorando, a ponto de a vida se tornar insuportável.
No entanto, segundo as tradições antigas da China, a nora tem que estar sempre ao serviço da sogra e obedecer-lhe em tudo.
Mas Lin, não suportando por mais tempo a ideia de viver com a sogra, tomou a decisão de ir consultar um Mestre, velho amigo do seu pai.
Depois de ouvir a jovem, o Mestre Huang pegou num ramalhete de ervas medicinais e disse-lhe: "Para te livrares da tua sogra, não as deves usar de uma só vez, pois isso poderia causar suspeitas. Vais misturá-las com a comida, pouco a pouco, dia após dia, e assim ela vai-se envenenando lentamente. Mas, para teres a certeza de que, quando ela morrer, ninguém suspeitará de ti, deverás ter muito cuidado em tratá-la sempre com muita amizade. Não discutas e ajuda-a a resolver os seus problemas."
Lin respondeu: "Obrigado, Mestre Huang, farei tudo o que me recomenda".
Lin ficou muito contente e voltou entusiasmada com o projecto de assassinar a sogra.
Durante várias semanas, Lin serviu, dia sim dia não, uma refeição preparada especialmente para a sogra.
E tinha sempre presente a recomendação de Mestre Huang para evitar suspeitas: controlava o temperamento, obedecia à sogra em tudo e tratava-a como se fosse a sua própria mãe.
Passados seis meses, toda a família estava mudada. Lin controlava bem o seu temperamento e quase nunca se aborrecia.
Durante estes meses, não teve uma única discussão com a sogra, que também se mostrava muito mais amável e mais fácil de tratar com ela.
As atitudes da sogra também mudaram e ambas passaram a tratar-se como mãe e filha.
Certo dia, Lin foi procurar o Mestre Huang, para lhe pedir ajuda e disse-lhe: "Mestre, por favor, ajude-me a evitar que o veneno venha a matar a minha sogra. É que ela transformou-se numa mulher agradável e gosto dela como se fosse a minha mãe. Não quero que ela morra por causa do veneno que lhe dou."
 Mestre Huang sorriu e abanou a cabeça: "Lin, não te preocupes. A tua sogra não mudou. Quem mudou foste tu. As ervas, que te dei, são vitaminas para melhorar a saúde. O veneno estava nas suas atitudes, mas foi sendo substituído pelo amor e carinho que lhe começaste a dedicar. "
Na China, há um provérbio que diz: "A pessoa que ama os outros também será amada".
Os árabes têm outro que diz: "O nosso inimigo não é aquele que nos odeia, mas aquele que nós odiamos."

22 setembro 2009

O que diz o olhar.../ Primavera


O olhar diz mais do que qualquer palavra ou qualquer outro gesto
De todas as manifestações da linguagem não verbal
É no olhar que mais e melhor se revela o sentir que vem do fundo do nosso ser
Com o olhar.
Acaricia-se...sem usar mãos
Beija-se... sem unir os lábios
Abraça-se...sem sequer se tocar
Entrelaça-se todo o nosso ser...
Sem qualquer outro gesto
É com o olhar que se vê a riqueza e beleza que vem de dentro, olhando com os olhos do coração...
Que vêem muito mais longe. É com o olhar que vemos tudo o que existe de belo na vida
Por isso eu gosto de olhar nos olhos, porque um simples olhar transmite e também consegue observar a alegria e a tristeza, que nos vai na alma.
E maravilhoso o que o nosso olhar consegue ver
Vê-se, quem se ama...
O mar a natureza...o céu e o arco íris, com as suas sete cores que são um encanto para os nossos olhos
Com o nosso olhar, muitas vezes vimos ou queremos ver tudo bem colorido, mas tudo isso e a força de um olhar quando sincero e verdadeiro
Por isso, palavras para que?!...... Basta o carinho e a beleza de um olhar...


Murilo Mendes
Clique no título acima e veja também o Poema da Primavera

21 setembro 2009

Saudades...saudades


Gostaria de parar o tempo
Comandar os sentidos
Permanecer neste momento...
As horas passam, e você está cada vez mais perto de partir
Mais perto de me deixar a te aguardar com o coração ansioso...
Sei que você vai voltar, mas a saudade vai tomar conta de mim.
Suas lembranças vão dominar meus pensamentos, e o seu gosto ficará em minha boca...
Não nego a saudade
E sim, declaro a grande vontade de fazer você ficar!
Ficar eternamente neste momento...
Te fazer esquecer que lá fora o mundo te espera.
Fazer de cada minuto que passa um novo sonho;
Um sonho, onde somos os donos do mundo
E declaramos que a saudades não vai mais apertar.
Mas isso é sonho e a minha vida, É ter...
Saudades de Você!!!

Fabiana Thais Oliveira
Clique no título e leia mais sobre a saudade...

20 setembro 2009

Negue...



Olhe bem dentro dos meus Olhos e negue, se puder ...
Que tem saudades das minhas mãos te acariciando, dos meus braços te envolvendo e do calor do meu corpo, colado ao seu ...Que tem saudades das suas mãos me acariciando...
Negue ...que minha boca, quando a sua beijava, te levava ao delírio e que hoje está louca para tê-la novamente, e sentir toda a malícia que te provocava quando nos amávamos incansavelmente.
Negue ...
Que nos nossos momentos de loucas fantasias você se realizava, e que hoje sem mim, tem saudades. Pois não existiam limites. Nos amávamos sem pudor, e só pensávamos no amor...
Negue ...
Que em momentos difíceis, estive ao seu lado, lhe dei colo, e que jamais, perante as dificuldade recuei, e que hoje já não encontra este carinho em outro alguém.
Olhe nos Meus Olhos ...
Olhe . e veja neles o brilho de um amor puro, sincero e eterno. Já conseguiu encontrar outro olhar assim, tão intenso e verdadeiro quanto o meu?
Negue .
Que tem saudades do meu jeito menino, de lhe arrancar inúmeros sorrisos até nos momentos de dor, pois de tanto te amar, queria apagar a qualquer preço de seu semblante, as marcas que a vida lhe deixou.
Olhe nos Meus Olhos ...
E diga que não quer que o tempo volte para podermos reviver um passado, repleto de momentos felizes e eternizados, que jamais se apagarão de nossos corações.
Olhe nos Meus Olhos .Negue, se puder ...
Que conseguiu apagar de suas lembranças, nossos sonhos, promessas e juras de amor..
Negue, se puder ...
Que não consegue olhar nos meus olhos, porque negar tantas evidências, seria hipocrisia.
Negue ...que o meu amor era exatamente como você imaginou.
Mas, não me negue um pedido ...Volte outra vez, pare e pense em tudo...
Olhe bem dentro dos meus olhos e me fale do fundo de seu coração e de sua alma...
Porque não consegue me Olhar?
Porque me evita?
Será medo?
Medo de acreditar que me amou e que me ama ...e que daria tudo para afastar todos estes medos e correndo, para os meus braços voltar?
Pois te digo, e olho dentro dos seus olhos ...
Volte, fomos apenas um, num passado muito presente, somos iguais e em tudo nos completamos.
Não sei viver sem Você. Meu amor por você é verdadeiro e eterno.
E hoje, acredito mais ainda que você me amou e ainda me ama,
Pois qual seria o motivo, de você não conseguir olhar nos olhos meus?

19 setembro 2009

Desiderata

Siga tranquilamente entre a inquietude e a pressa, lembrando-se de que há sempre paz no silêncio.
Tanto quanto possível sem humilhar-se, mantenha-se em harmonia com todos que o cercam.
Fale a sua verdade, clara e mansamente.
Escute a verdade dos outros, pois eles também têm a sua própria história.
Evite as pessoas agitadas e agressivas: elas afligem o nosso espírito.
Não se compare aos demais, olhando as pessoas como superiores ou inferiores a você: isso o tornaria superficial e amargo.
Viva intensamente os seus ideais e o que você já conseguiu realizar.
Mantenha o interesse no seu trabalho, por mais humilde que seja, ele é um verdadeiro tesouro na continua mudança dos tempos.
Seja prudente em tudo o que fizer, porque o mundo está cheio de armadilhas. Mas não fique cego para o bem que sempre existe. Em toda parte, a vida está cheia de heroísmo.
Seja você mesmo. Sobretudo, não simule afeição e não transforme o amor numa brincadeira, pois, no meio de tanta aridez, ele é perene como a relva.
Aceite, com carinho, o conselho dos mais velhos e seja compreensivo com os impulsos inovadores da juventude. Cultive a força do espírito e você estará preparado para enfrentar as surpresas da sorte adversa. Não se desespere com perigos imaginários: muitos temores têm sua origem no cansaço e na solidão.
Ao lado de uma sadia disciplina conserve, para consigo mesmo, uma imensa bondade.
Você é filho do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui e, mesmo se você não pode perceber, a terra e o universo vão cumprindo o seu destino.
Procure, pois, estar em paz com Deus, seja qual for o nome que você lhe der.
No meio do seu trabalho e nas aspirações, na fatigante jornada pela vida, conserve, no mais profundo do seu ser, a harmonia e a paz.
Acima de toda mesquinhez, falsidade e desengano, o mundo ainda é bonito.
Caminhe com cuidado, faça tudo para ser feliz e partilhe com os outros a sua felicidade".


Max Ehrmannn
Novidade: clique no titulo da postagem e você poderá ler outra postagem

18 setembro 2009

Quando...



Quando eu chegar sem nada dizer e permanecer em silêncio, por favor, entenda que só quero estar perto de você. Se notar que estou a ponto de chorar, não me diga " não chore ".
Deixe que as lágrimas venham e perceba que eu só não escondo meu pranto de você.
Se eu lhe disser que estou muito triste, por favor, não diga " não fique assim ". Deixe que a tristeza se esgote em mim e entenda que para você não preciso fingir.
Quando eu chegar com muita raiva de alguém, não tente me convencer que estou errando.
Por favor, deixe que eu descubra até que ponto estou exagerando e apoie-me enquanto eu precisar.
A raiva tem seu próprio tempo para diluir-se. Se eu começar a relatar as minhas mágoas, por favor, ouça-me, e entenda que eu não as revelo para ninguém, a não ser para você.
Quando eu lhe exponho minhas decepções, frustrações, fracassos e tantos sentimentos dolorosos, em outras palavras estou lhe dizendo que preciso do seu colo, apenas do seu colo.
Por favor, recolha-me e silencíe, com seu coração unido ao meu. Quando eu baixar os olhos para o chão, não diga " olhe para cima ". Eu posso estar procurando dentro de mim as respostas de que necessito e, nesse momento, sua presença - tão somente a sua presença - poderá estar ajudando-me a encontrá-las. Quando eu aparecer com medos, inseguranças, preocupações, ansiedades e tantas outras emoções desequilibrantes, por favor, não me fale de terapias, métodos, remédios, fórmulas prontas nem receitas de vida. Entenda que quando eu me abro para você - e tão somente para você - tudo me parece mais simples, mais fácil de lidar, as nuvens se clareiam e eu consigo retornar à paz.
O que nos une é forte o suficiente para desafiar todos os limites de tolerância. Seja tolerante comigo, pois sempre o serei com você. Quando, finalmente, eu abrir um amoroso e fortalecido sorriso, abrace-me carinhosamente, diga " estamos juntos " e preencha-se de renovada certeza de que quando os papéis se inverterem, eu serei para você o que agora peço que seja para mim.
Meu coração lhe agradece e ama você.

Silvia Schmidt

17 setembro 2009

Silêncio e palavras...


Não diga as coisas com pressa.
Mais vale um silêncio certo que uma palavra errada.
Demora naquilo que você precisa dizer.
Livre-se da pressa de querer dar ordens ao mundo.
É mais fácil a gente se arrepender de uma palavra que de um silêncio.
Palavra errada, na hora errada, pode se transformar em ferida naquele que disse, e também naquele que ouviu.
Em muitos momentos da vida o silêncio é a resposta mais sábia que podemos dar a alguém.
Por isso, prepara bem a palavra que será dita. Palavras apressadas não combinam com sabedoria.
Os sábios preferem o silêncio. E nos seus poucos dizeres está condensada uma fonte inesgotável de sabedoria.
Não caia na tentação do discurso banal, da explicação simplória.
Queira a profundidade da fala que nos pede calma. Calma para dizer, calma para ouvir.
Hoje, neste tempo de palavras muitas, queiramos a beleza dos silêncios poucos.

16 setembro 2009

Uma História de Amor Impossível

Conta a lenda que uma jovem mariposa - de corpo frágil e alma sensível -voava ao sabor do vento certa tarde, quando viu uma estrela muito brilhante, e se apaixonou.
Excitadíssima, voltou imediatamente para casa, louca para contar à mãe que havia descoberto o que era o amor.
- Que bobagem! - foi a resposta fria que escutou. As estrelas não foram feitas para que as mariposas possam voar em torno delas. Procure um poste ou um abajur, e se apaixone por algo assim; para isso nós fomos criadas.
Decepcionada, a mariposa resolveu simplesmente ignoraro comentário da mãe, e permitiu-se ficar de novo alegre com a sua descoberta.
- Que maravilha poder sonhar!- pensava. Na noite seguinte, a estrela continuava no mesmo lugar, e ela decidiu que iria subir até o céu, voar em torno daquela luz radiante, e demonstrar seu amor.
Foi muito difícil ir além da altura com a qual estava acostumada, mas conseguiu subir alguns metros acima do seu vôo normal.
Entendeu que, se cada dia progredisse um pouquinho, iria terminar chegando na estrela, então armou-se de paciência e começou a tentar vencer a distância que a separava de seu amor.
Esperava com ansiedade que a noite descesse, e quando via os primeiros raios da estrela, batia ansiosamente suas asas em direção ao firmamento.
Sua mãe ficava cada vez mais furiosa:- Estou muito decepcionada com a minha filha - dizia.- Todas as suas irmãs, primas e sobrinhas já têm lindas queimaduras nas asas, provocadas por lâmpadas! Só o calor de uma lâmpada é capaz de aquecer o coração de uma mariposa; você devia deixar de lado estes sonhos inúteis, e arranjar um amor que possa atingir.
A jovem mariposa, irritada porque ninguém respeitava o que sentia, resolveu sair de casa.
Mas, no fundo - como, aliás, sempre acontece- ficou marcada pelas palavras da mãe, e achou que ela tinha razão.
Por algum tempo, tentou esquecer a estrela e apaixonar-se pela luz dos abajures de casas suntuosas, pelas luminárias que mostravam as cores de quadros magníficos, pelo fogo das velas que queimavam nas mais belas catedrais do mundo.
Mas seu coração não conseguia esquecer a estrela, e, depois de ver que a vida sem o seu verdadeiro amor não tinha sentido, resolveu retomar sua caminhada em direção ao céu.
Noite após noite, tentava voar o mais alto possível, mas quando a manhã chegava, estava com o corpo gelado e a alma mergulhada na tristeza.
Entretanto, à medida que ia ficando mais velha, passou a prestar atenção em tudo que via à sua volta. Lá do alto, podia enxergar as cidades cheias de luzes, onde provavelmente suas primas, irmãs e sobrinhas já tinham encontrado um amor.
Via as montanhas geladas, os oceanos com ondas gigantescas,as nuvens que mudavam de forma a cada minuto. A mariposa começou a amar cada vez mais sua estrela, porque era ela quem a empurrava para ver um mundo tão rico e tão lindo.
Muito tempo se passou, e um belo dia ela resolveu voltar à sua casa. Foi então que soube pelos vizinhos que sua mãe, suas irmãs, primas e sobrinhas, e todas as mariposas que havia conhecido já tinham morrido queimadas nas lâmpadas e nas chamas das velas, destruídas pelo amor que julgavam fácil.
A mariposa, embora jamais tenha conseguido chegar à sua estrela, viveu muitos anos ainda, descobrindo toda noite algo diferente e interessante.
E compreendendo que, às vezes, os amores impossíveis trazem muito mais alegrias e benefícios que aqueles que estão ao alcance de nossas mãos.

Paulo Coelho

Amor...rosa e espinhos

Amor, que é amor, dura a vida inteira. Se não durou é porque nunca foi amor.
O amor resiste à distância, ao silêncio das separações e até às traições. Sem perdão não há amor.
Diga-me quem você mais perdoou na vida, e eu então saberei dizer quem você mais amou. O amor é equação onde prevalece a multiplicação do perdão. Você o percebe no momento em que o outro fez tudo errado, e mesmo assim você olha nos olhos dele e diz: "Mesmo fazendo tudo errado, eu não sei viver sem você. Eu não posso ser nem a metade do que sou se você não estiver por perto". O amor nos possibilita enxergar lugares do nosso coração os quais sozinhos jamais poderíamos enxergar.
O poeta soube traduzir bem quando disse: "Se eu não te amasse tanto assim, talvez perdesse os sonhos dentro de mim e vivesse na escuridão. Se eu não te amasse tanto assim talvez não visse flores por onde eu vi, dentro do meu coração!" Bonito isso. Enxergar sonhos que antes eu não saberia ver sozinho. Enxergar só porque o outro me emprestou os olhos, socorreu-me em minha cegueira. Eu possuía e não sabia. O outro me apontou, me deu a chave, me entregou a senha. Coisas que Jesus fazia o tempo todo. Apontava jardins secretos em aparentes desertos. Na aridez do coração de Madalena, Jesus encontrou orquídeas preciosas. Fez vê-las e chamou a atenção para a necessidade de cultivá-las. Fico pensando que evangelizar talvez seja isso: descobrir jardins em lugares que consideramos impróprios.
Os jardineiros sabem disso. Amam as flores e por isso cuidam de cada detalhe, porque sabem que não há amor fora da experiência do cuidado. A cada dia, o jardineiro perdoa as suas roseiras.
Sabe identificar que a ausência de flores não significa a morte absoluta, mas o repouso do preparo. Quem não souber viver o silêncio da preparação não terá o que florir depois... Precisamos aprender isso. Olhar para aquele que nos magoou e descobrir que as roseiras não dão flores fora do tempo nem tampouco fora do cultivo.
Se não há flores, talvez seja porque ainda não tenha chegado a hora de florir. Cada roseira tem seu estatuto, suas regras... Se não há flores, talvez seja porque até então ninguém tenha dado a atenção necessária para o cultivo daquela roseira.
A vida requer cuidado. Os amores também. Flores e espinhos são belezas que se dão juntas. Não queira uma só. Elas não sabem viver sozinhas... Quem quiser levar a rosa para sua vida, terá de saber que com ela vão inúmeros espinhos. Mas não se preocupe. A beleza da rosa vale o incômodo dos espinhos... ou não.

Fabio de Melo
O texto já foi apresentado aqui e vale a pena refletir nele mais uma vez.

15 setembro 2009

Fácil dizer"eu te amo"....e viver?

Ainda está na memória, quando na adolescência, cantávamos os versos da música "Vamos Fazer um Filme, da Legião Urbana composta por Renato Russo, que diziam “E hoje em dia, como é que se diz eu te amo”.
E olha que na naquela época as três palavrinhas mágicas saltavam da boca ao menor sinal de afeição.
Que delícia era a puberdade!
Mas, e depois de ultrapassar duas décadas de vida, como, onde, porque, quando e para quem dizer eu te amo?
Tem gente que só fala pelo celular, bem rapidinho.
Tem gente que balbucia um anagrama da expressão e só ele entende.
Tem gente que nunca disse, tem gente que tem medo de dizer, outros perderam a manha, o jeito.
Tem aqueles que usam ‘eu te amo’ em vão, tem aqueles que distribuem, aqueles que não conhecem seu significado, há aqueles que enviam mensagens telepáticas, mas não o pronunciam.
Uns dizem demais, outros de menos. Afinal, o ‘eu te amo’ é eterno ou efêmero?
Talvez a frase esteja banalizada ou em processo de extinção da sua essência, pois quem pode explicar o que é amar no fim das contas?
Dizer ou não dizer tanto faz, o importante é sentir e demonstrar de mil e uma maneiras o verbo amar. Pois este, definitivamente não cabe em apenas em sete letras repartidas em três palavras.
Você pode dizer que ama simplesmente chamando pelo nome, trazendo um doce pra casa, repartindo um sonho de vida.
Mostrar veneração pode ligar sem ser Natal, lembrar da data do primeiro beijo, nunca dormir brigado, conversar depois de uma transa espetacular ou surpreender com rosas "roubadas" do jardim de alguém.
Amar não é um estado, mas sim uma ação, um verbo, uma atitude.
Use o ‘eu te amo’ com moderação e não o transforme em ‘bom dia’ ou ‘tchau’.
Esta frase deve ser dita sim, mas em momentos especiais, como um plus, uma sobremesa do trabalho duro que envolve a manifestação das emoções. Então diga menos ‘eu te amo’ e simplesmente ame mais.

Do blog de Lá pra cá

14 setembro 2009

Uma música...um filme

A canção Falling Slowly ,é do filme Once- Uma nova chance, lançado em 2006 e  foi muito premiada, chegando ao ponto de Bob Dylan pedir que os intérpretes a tocasse como música de abertura em seus Shows.
A música é de Glen Hansard, vocalista da banda The Frames, e da bella Marketa Irglova, que é cantora solo, e atores principais do filme.

Falling Slowly- Apaixonando Lentamente

Não te conheço
Mas te quero
Ainda mais por isso
As palavras me escapam
E sempre me enganam
E fico sem reação
E jogos que não são mais do que parecem
Irão se encerrar sozinhos
Suba neste barco Naufragante e guie-o pra casa
Ainda temos tempo
Eleve sua voz esperançosa
Você pôde escolher
Você fez sua escolha agora
Se apaixonado aos poucos
Olhos que me conhecem
E não posso voltar atrás
Estados de espírito
Que me tomam e me apagam
E me deixam deprimido
Você já sofreu bastante
E brigou com si mesma
É hora de você ganhar
De novo
Você fez sua escolha agora
Se apaixonando aos poucos
Cante sua canção
Que te acompanharei…
Me chame, que cantarei junto com você
Na foto, estão os atores principais que também são musicos profissionais.

45 lições para a vida...

Para celebrar o envelhecer eu escrevi 45 lições que a vida me ensinou. Meu taximetro chegou aos 90 em Agosto, então aqui está a coluna mais uma vez:

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
3 A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato.
5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês
6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.
8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele aguenta.
9. Poupe para aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão
11. Sele a paz com seu passado para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que se trata a jornada deles.
14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.
15 Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.
16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.
17. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeiroso.
18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.
20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite não como resposta.
21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use uma roupa ou lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Se prepare bastante, depois deixe-se levar pela maré..
23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém é responsável pela sua felicidade além de você.
26. Encare cada "chamado desastre" com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todos.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.
31. Indepedentemente se a situação é boa ou ruim, irá mudar.
32. Não se leve tão à sério. Ninguém mais leva...
33. Acredite em milagres
34. Deus te ama por causa de quem Deus é, não pelo o que você fez ou deixou de fazer.
35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.
36. Envelhecer é melhor do que a alternativa: morrer jovem
37. Seus filhos só têm uma infância
38. Tudo o que realmente importa no final é que você amou.
39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares
40. Se todos jogassemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.
41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor está por vir.
43. Não importa como você se sinta, levante, se vista e apareça.
44. Produza.
45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente!!!"

Regina Brett, americana de 90 anos de idade

12 setembro 2009

Amor impossível

Hoje e todos os dias a tristeza me sufoca, a solidão me atinge...
Penso em ficar contigo, mas o que fazer! deste amor impossível, ficas longe e eu na saudade me pergunto por que só agora nos encontramos?
Por que só agora descobrimos este grande amor?
Esta paixão onde nenhum dos dois pode se entregar inteiramente.
Será tarde demais? Por que estais a dividir este amor em outros braços.
Que saudades de você.
As vezes arrependo-me por te amar demais! e sinto que também me amas... mas entregas este amor também em outros braços, enquanto fico aqui à esperar as sobras deste amor que me enlouquece, satisfazendo-me com simples palavras,enquanto meu desejo era estar contigo e entregar-me a este amor proibido.
Passo horas acordada lembrando dos pequenos momentos que ficamos juntos e da imensa saudade que sinto por não estar ao teu lado.
Sinto-me escrava deste impossível amor, que mata-me de tanta DOR.

Ducarmo de Assis

Existe AMOR IMPOSSIVEL pra você ou não?

11 setembro 2009

E se...

Em vários momentos da vida me deparei com a mesma pergunta e acredito que você também já deve ter se questionado. Quantas vezes você se perguntou: E se… ?
E se eu tivesse agido de outra forma? E se eu não tivesse me envolvido?
E se tivesse continuado? E se fosse possível?
E se eu tivesse casado? E se eu tivesse viajado?
E se a gente não desistisse? E se eu não tivesse fugido?
E se eu tivesse perdoado? E se tudo tivesse sido dferente, como seria?
Pois é, nunca vamos saber como seria se não nos permitirmos, porque às vezes o coração diz - Vai!!! Mas a gente fica e ...ah, se não fosse o Se….
Isto me lembra o filme " Um Homem de Familia", com Nicolas Cage e Téa Leoni., que trata justamente deste tema. E se????
A letra abaixo diz muito do que pensei.
Se a gente não tivesse feito tanta coisa,
Se não tivesse dito tanta coisa,
Se não tivesse inventado tanto
Podia ter vivido um amor Grand' Hotel. Se a gente não dissesse tudo tão depressa, Se não fizesse tudo tão depressa, Se não tivesse exagerado a dose, Podia ter vivido um grande amor. Um dia um caminhão atropelou a paixão.Sem teus carinhos e tua atenção O nosso amor se transformou em "Bom Dia"...
Qual o segredo da felicidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Qual o sentido da realidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Só pra se viver.
Ficar só ...Só pra se viver...
Ficar só Só pra se viver.

Letra da música "Grand' Hotel", composição do George Israel / Paula Toller / Lui Farias e gravada pelo Kid Abelha.

10 setembro 2009

Aprendi...

Aprendi que, aconteça o que acontecer, pode até parecer ruim hoje, mas a vida continua e amanhã melhora.
Aprendi que dá para descobrir muita coisa a respeito de uma pessoa observando como ela lida com três coisas: dia de chuva, bagagem perdida e luzes de árvore de natal emboladas.
Aprendi que, independentemente da relação que você tenha com seus pais, vai ter saudade deles quando se forem.
Aprendi que ganhar a vida não é o mesmo que ter uma vida.
Aprendi que a vida, às vezes, nos oferece uma segunda oportunidade.
Aprendi que a gente não deve viver tentando agarrar tudo pela vida afora. Tem que saber abrir mão de algumas coisas.
Aprendi que quando decido alguma coisa com o coração, em geral vem a ser a decisão correta. Aprendi que mesmo quando tenho dores, não tenho que ser um saco.
Aprendi que todo dia a gente deve estender a mão e tocar alguém. As pessoas adoram um abraço apertado, ou mesmo um simples tapinha nas costas.
Aprendi que ainda tenho muito o que aprender.
Aprendi que as pessoas esquecem o que você diz, esquecem o que você faz, mas não esquecem como você faz com que elas se sintam.


A autora Maya Angelu é atriz, escritora e historiadora norte americana.
Foi violentada pela namorado da mãe quando tinha 7 anos e aos 17 assumiu ser mãe solteira, quando quase ninguém tinha coragem de fazer isso.
Quando fez 70 anos, ela fez uma declaração emocionante no programa de tv da apresentadora americana Oprah Winfrey. Ela falou sobre o processo de envelhecimento, uma etapa na vida de todos nós. A declaração é a que você acabou de ler...e deve reler, afinal, ela falou tudo o que precisamos...

Tempos Passados

É fácil trocar as palavras...
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado...
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto...
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos...
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor...
Difícil é conter sua torrente!
Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem... é outro universo, com que não há comunicação possível, com que não há verdadeiro entendimento.
Nada sabemos da alma...Senão da nossa; As dos outros são olhares...São gestos, são palavras...Com a suposição...de qualquer semelhança no fundo.

Fernando Pessoa

09 setembro 2009

Um amor pode morrer?

Alguém aí já sentiu a morte de um amor na própria pele?
Do que sentimos mais falta?
Das sensações que o amor provoca ou do objeto do amor em si?
Tudo está tão distante e ao mesmo tempo tão perto...
O que aconteceu para provocar tanto? Amor já não existe mais há muito tempo, não sobreviveram gestos, tampouco palavras.
Então porque é tão difícil esquecer? Estar apaixonado é um sentimento fantástico.
Deve ser isso então. É mais difícil se livrar do vício do amor do que do próprio "agente causador".
O vazio que é imenso acaba sendo confundido com saudade e isso provoca muita dor.
E sofremos porque estamos sós, sem direção.
Então um dia acordamos e percebemos a diferença."O amor está em nós e na capacidade que temos de alimentá-lo". Lutar por esse sentimento e pelo amado, de repente, já não faz mais sentido algum. Aceitação, entendimento e resignação são a solução e o remédio. Libertação das amarras do amor. Nós somos o nosso próprio Norte.

Dulce Miller

Será que é isto mesmo? Será tão fácil?
Pela foto que inseri na postagem, você pode perceber que continuo sendo cético no amor até o fim. Ou na busca de um amor que seja assim...até o fim da vida.
E é claro, o verdadeiro amor, como você pode ler em algumas postagens feitas por amigos do blog, continua na eternidade.

08 setembro 2009

A idade de ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz.
Somente uma época na vida de cada pessoa, em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-las a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer.
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.
Tempo de entusiasmo e coragem em que todo o desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.
Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa.
Mário Quintana

07 setembro 2009

Ser adulto não é fácil...

Acredito que namoro, casamento e romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.
Detesto quando escuto aquela conversa: 'Ah,terminei o namoro...''Nossa,quanto tempo?''Cinco anos...Mas não deu certo...acabou'' É não deu...'Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pode ter vários amores. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.
Tudo, nós não temos.
Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E, às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é muito importante...e se o beijo bate...se joga; se não bate, mais um Martini, por favor, e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.
Não lute, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama!
Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?
O legal é alguém que está com você por você. E vice-versa.
Não fique com alguém por dó também, ou por medo da solidão.
Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói!
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte.
Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo.
E nem sempre as coisas saem como você quer...A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
E nem todo sexo bom é para namorar. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo bom é para descartar, ou se apaixonar, ou se culpar.
Enfim...quem disse que ser adulto é fácil?


Recebi por e-mail este texto e desconhecia o autor.
Vários amigos do blog nos informam que pertence a ARNALDO JABOUR. E está confirmado...é dele. Obrigado....