08 novembro 2010

Viver

A vida é uma flor aberta, esperando alguém para extrair-lhe o mel.
Quando o vento da tristeza, das dores, das preocupações balança tudo, reforça você.
Sabe por que?
A flor é eterna, o mel nunca se acaba, fica escondido numa taça de perfume e a gente faz que não vê.
Alegria, paz, harmonia, amor, por maior que seja a dose, nunca embriaga.
Dá plenitude, força e vontade de sair plantando as flores da esperança, da bondade.
Assim, louvando a vida, é preciso amanhecer criança,
cheia de ansiedades para beber uma taça desse mel,
com aroma e sabor de oportunidades.

Ivone Boechat

Um comentário:

  1. AMADURECER


    Quanto mais vivo,
    quanto mais insípidas
    me parecem
    as pequenas satisfações
    que a vida me dá,
    tanto mais claramente
    compreendo
    onde devo procurar a fonte
    das alegrias da vida

    Ensino e aprendo
    que ser amado
    é jogo de sedução,
    onde quem perde
    ou ganha é campeão...
    O dinheiro não é nada,
    a fama, o poder...
    tudo isto é importante,
    se for planejado
    para ser feliz,
    compartilhar,
    viver.

    Ivone Boechat
    Publicado no meu livro AMANHECER 3ª.Ed Reproarte-RJ 2004

    ResponderExcluir

Comente o texto.
Dê sua opinião ou deixe sua poesia, crônica, poema...