08 abril 2011

Estou em tuas mãos

Estou em tuas mãos.
Faça o que quiser comigo.
Estou com minhas mãos...
Pequenas, entre as tuas.
Pérola na ostra...
Proteja-me! Sou tua.
Vou onde fores...
Mar profundo
Praia rasa
No fim do mundo
Na minha casa.
Onde não importa.
Como não importa.
Nem o tempo
Nem o preço.
Estou em tuas mãos
Se ousadia ou pretexto
Contumácia ou medo
Não importa.
À vida entregue estou!
Porque o amor importa.
Porque você é o meio
Meu caminho
Meu motivo
Meu homem
Minha porta.

C.Alcides

2 comentários:

  1. Olá, Edson!!
    Gostei desse texto.
    Parabéns pelo seu blog!!
    Desejo-te uma ótima semana e
    q a paz de Jesus e o amor de Maria estejam sobre ti e sua família.
    Bjs!
    SHALOM!!

    ResponderExcluir
  2. Adorei, simplesmente maravilhoso!!!!

    Edson deixo aqui esta maravilha da Simone de Bevouar. Se gostar ficaria feliz se publicasse.
    É a primeira vez que participo. Abraços!!!


    Que nada nos limite, que nada nos defina,
    que nada nos sujeite.
    Que a liberdade seja nossa própria substância,
    já que viver é ser livre.
    Porque alguém disse e eu concordo que o tempo cura,
    que a mágoa passa, que decepção não mata
    e que a vida sempre, sempre continua!

    (Simone de Beauvoir)

    ResponderExcluir

Comente o texto.
Dê sua opinião ou deixe sua poesia, crônica, poema...